MMA tem diagnosticado o seu primeiro caso de danos cerebrais


O MMA sempre se garantiu como um esporte seguro, mas teve nesta quinta-feira o diagnóstico de seu primeiro caso de danos cerebrais - Chronic Traumatic Encephalopathy (CTE), em inglês, ou Encefalopatia Traumática Crônica, na tradução livre. O caso foi descoberto em Jordan Parsons, ex-lutador do Bellator e reportado pelo médico especialista Bennet Omalu ao jornal Boston Globe.

A CTE é uma doença cerebral degenerativa e progressiva, típica em quem sofre golpes severos e/ou repetitivos na cabeça. O grande problema é que ela só pode ser comprovada depois da morte, a partir da análise do tecido cerebral. Até por esse empecilho de diagnóstico, o MMA nunca havia tido um caso comprovado de danos cerebrais - vale lembrar que o esporte é muito novo e ainda conta com boa parte de seus praticantes ainda vivo.

No caso de Parsons, essa morte nada teve a ver com ela - o lutador faleceu aos 25 anos vítima de um acidente de trânsito em maio. Omalu garante que é impossível a CTE ter sido causada pelo acidente porque "ela é uma doença crônica desenvolvida com o tempo". Mesmo assim, esse diagnóstico liga um enorme alerta a todos por conta dos riscos que agora estão comprovados - o MMA sempre ‘se gabou' de ser um esporte mais seguro que o boxe, por exemplo, que teria um maior número de impactos na cabeça por conta do uso de luvas mais acolchoadas.

A CTE já fez um ‘estrago' na NFL. Por conta dela, a liga passou a tomar várias medidas para tentar proteger mais os seus atletas. A doença foi descoberta em um jogador de futebol americano pela primeira vez em 2003. Depois, os atletas moveram um processo de nada menos que US$ 1 bilhão contra a liga por conta dos danos. A doença também é comum no WWE, o pro-wrestling norte-americano, e na NHL, por exemplo.

MMA tem diagnosticado o seu primeiro caso de danos cerebrais MMA tem diagnosticado o seu primeiro caso de danos cerebrais Reviewed by Notícias dos Famosos e da TV on 14:52:00 Rating: 5
Notícias dos Famosos e da Televisão. Tecnologia do Blogger.