UFC 204: Mousasi atropela Belfort e pede luta contra Anderson Silva


Aos 39 anos de idade e com 20 anos de carreira no MMA, Vitor Belfort não suportou a pressão de Gegard Mousasi e acabou nocauteado na co-luta principal da noite do UFC Manchester, que aconteceu no último sábado (8), na Inglaterra. O holandês andou para frente o tempo inteiro, controlou a distância no primeiro round e foi mais efetivo, mas o carioca levou algum perigo no contra-ataque, apesar de não ter conectado um golpe certeiro.  No segundo round, Mousasi continuou acertando jabs limpos no rosto do brasileiro, até que uma canelada de direita explodiu na cabeça de Belfort, que sentiu. O holandês se aproveitou da situação e desferiu uma sequência de aproximadamente 20 socos no carioca, que foi derrubado na sequência.

No chão, Mousasi montou com facilidade e castigou Vitor, que virou de lado e obrigou o árbitro a interromper o combate aos 4:40 min do primeiro round. É a segunda derrota por nocaute de Belfort no UFC. Já Mousasi, emplaca a terceira vitória nos médios e manda o seu recado ainda dentro do cage. "É uma honra poder ter lutado com o Vitor, que é uma lenda do esporte e uma pessoa que eu gosto muito. Eu gostaria de lutar em breve e Anderson Silva seria uma boa luta para mim" disse Mousasi.

Jimi Manuwa aplica nocaute brutal em St. Preux 
Na terceira luta do card preliminar, um nocaute brutal. Após levar desvantagem no primeiro round, onde Ovince St. Preux passou um bom tempo em suas costas, Jimi Manuwa voltou para decidir na segunda parcial e conseguiu. Com um gancho de esquerda no corpo de OSP, Manuwa abriu caminho para o nocaute, que se consolidou com um cruzado de direita e um gancho de esquerda, apagando o seu adversário. O inglês se recupera da derrota para Anthony Johnson em grande estilo.

Gigante holandês finaliza bonito com triângulo de mão 
Atleta mais alto do UFC, Stefan Struve conquistou a segunda vitória consecutiva ao impor o seu jiu-jitsu para cima de Daniel Omielanczuk. No primeiro round, faltou pouco para o gigante holandês encaixar um mata-leão no rival, que foi salvo pelo gongo. Na segunda parcial, Struve conseguiu uma bela queda de judô, montou e logo depois aplicou um justo triângulo de mão invertido, obrigando Omielanczuk a dar os três tapinhas de desistência.  Na luta de abertura do card principal, Mirsad Bektic não tomou conhecimento de Russell Doane e mostrou muita superioridade no solo. Após pegar as costas e insistir na posição, o peso-pena manteve a invencibilidade ao encerrar a luta com um justo mata-leão, anotando a 11ª primeira vitória da carreira.

Bisping aposenta Henderson e mantém cinturão do UFC
O UFC 204 marcou a despedida de um dos grandes nomes da história da franquia, Dan Henderson, que, aos 46 anos, recebeu a oportunidade de desafiar o cinturão dos médios de Michael Bisping na casa do rival. O veterano até se segurou de pé até o fim, mas acabou vencido em decisão unânime dos juízes. O duelo foi uma revanche de uma luta icônica, realizada no UFC 100, em 2009, quando Henderson venceu Bisping. Aos 37, o britânico agora se vinga e chega à sua 20.ª vitória no UFC, tornando-se recordista. Deixa para trás o lendário canadense Georges St-Pierre, que ganhou 19. Na semana passada, surgiu o boato de que GSP pode voltar aos ringues para enfrentar Anderson Silva. Enquanto esse duelo não acontece, os fãs vibraram a despedida de outro ídolo. Dan Henderson chegou a acertar duas de suas "Bomba H" - como ficou conhecido seu potentíssimo direto de direita -, jogando Bisping no chão. Aos 46 anos, ele resistiu firme a cinco rounds, contra um rival que tinha toda a torcida a favor. Ao fim da luta, deixou claro não concordar com o resultado. "Queria que eles julgassem o resultado pela forma como parecemos depois da luta", disse Hendo, menos machucado que o rival. Encerrada a luta, o americano foi ovacionado pelos torcedores britânicos presentes em sua despedida.

Confira abaixo o card completo do UFC 204: 

CARD PRINCIPAL
Michael Bisping derrotou Dan Henderson na decisão unânime dos juízes
Gegard Mousasi derrotou Vitor Belfort por nocaute técnico aos 2min43s do R2
Jimi Manuwa nocauteou Ovince St. Preux (socos) aos 2min38s do R2
Stefan Struve finalizou Daniel Omielanczuk (estrangulamento d’arce) aos 1min41s do R2
Mirsad Bektic finalizou Russell Doane (mata-leão) aos 4min22s do R1
CARD PRELIMINAR
Iuri Marajó finalizou Brad Pickett (triângulo) aos 1min59s do R1
Damian Stasiak finalizou Davey Grant (chave de braço) aos 3min56s do R3
Leon Edwards finalizou Albert Tumenov (mata-leão) aos 3min01s do R3
Marc Diakiese nocauteou Lukasz Sajewski (socos) aos 4min40s do R2
Mike Perry nocauteou Danny Roberts (joelhada e socos) aos 4min40s do R3
Leonardo Santos derrotou Adriano Martins na decisão dividida dos juízes

UFC 204: Mousasi atropela Belfort e pede luta contra Anderson Silva UFC 204: Mousasi atropela Belfort e pede luta contra Anderson Silva Reviewed by Notícias dos Famosos e da TV on 16:04:00 Rating: 5
Notícias dos Famosos e da Televisão. Tecnologia do Blogger.