UFC demite treze lutadores, incluindo cinco brasileiros


Os cortes no Ultimate começaram. Após a organização anunciar que iria desligar cerca de 60 a 80 funcionários da companhia, as dispensas chegaram, também, aos atletas. De acordo com uma publicação do site 'MMA Fighting', treze lutadores do UFC foram demitidos recentemente, incluindo cinco brasileiros: Antônio 'Pezão', Caio 'Monstro', Alberto 'Uda', Glaico França e Leonardo 'Leleco'. Atravessando a pior fase da carreira com apenas uma vitória em suas oito últimas apresentações, Pezão foi o primeiro brasileiro a ter sua demissão do Ultimate anunciada. Agora, o atleta está analisando possibilidades para dar sequência a sua carreira em outros torneios de MMA. O seu empresário descartou a possibilidade de uma aposentadoria.

Dana White tem motivos de sobra para celebrar a temporada 2016. Com recordes de vendas de pay-per-view, o evento foi vendido por incríveis 4 bilhões de dólares. No entanto, a lista de insatisfeitos não é pequena. Confira o top 10 dos lutadores que deram dor de cabeça ao cartola - Diego Ribas Sem lutar desde 2013, Georges St-Pierre trava agora uma batalha contra o evento. Depois de anunciar que não chegou a nenhum acordo com o UFC e que estava livre de seu contrato, o canadense viu a empresa negar a liberação e garantir que ele não luta em nenhum outro lugar. Podemos ver uma guerra judicial em breve!

 Ao ver Conor McGregor ser tratado como rei, José Aldo jogou tudo para o alto e, sem a chance de disputar o título, anunciou sua aposentadoria. Rapidamente Dana White o convocou para uma reunião em Las Vegas para tentar convencê-lo do contrário. Anderson Silva salvou o card do UFC 200 ao subir de categoria e enfrentar Cormier mesmo sem tempo para treinar. De acordo com ele, nem sequer um "obrigado" do evento ele recebeu.

Por fim, como não citar Al Iaquinta? Escalado para lutar no UFC Nova York, o peso-leve (70 kg) ignorou o tamanho do card e simplesmente se negou a competir pelo valor oferecido. "Estaria lutando de graça" - Reprodução. Todos os outros atletas brasileiros desligados do UFC vinham de duas derrotas consecutivas. Alberto Uda e Leonardo Leleco nunca venceram um duelo na companhia. Glaico França, ex-TUF, venceu apenas uma em suas três apresentações. E Caio Monstro, mesmo após uma boa sequencia de quatro vitórias seguidas em seu início na organização, não vence desde 2014.

Confira abaixo todos os atletas demitidos do UFC:

Alberto 'Uda'
Antônio 'Pezão'
Caio 'Monstro'
Cody East
Cory Hendricks
Enrique Marin
Glaico França
Kenny Robertson
Kevin Casey
Leonardo 'Leleco'
Sean Spencer
Shane Campbell
Tamdan McCrory

UFC demite treze lutadores, incluindo cinco brasileiros UFC demite treze lutadores, incluindo cinco brasileiros Reviewed by Notícias dos Famosos e da TV on 20:35:00 Rating: 5
Notícias dos Famosos e da Televisão. Tecnologia do Blogger.